Páginas

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

True Love

É incrível como, mesmo depois de tanto tempo, tudo continua vindo à tona: os abraços, carinhos, brincadeiras fora de hora, palavras ditas, lembranças das tardes chuvosas...
Está mais do que na hora de virar a página e deixar isso tudo pra traz.
Gostaria de poder escrever na areia, esperar a onda chegar e arrastar isso tudo para o fundo do mar...
Gostaria que o mar pudesse apagar isso, levar tudo embora, levar tudo isso pra longe daqui...
Talvez seja verdade o que dizem: que, de uma forma ou de outra, alguém que você amou de verdade, vai estar sempre com você.

domingo, 22 de setembro de 2013

Reason

Às vezes, as pessoas me perguntam o que ele tem de tão especial que me fez ficar apaixonada dessa maneira, me perguntam o que eu vejo nele, dizendo que nunca me imaginariam apaixonada por ele.
As pessoas idealizam alguém perfeito, alguém exatamente do modelinho que elas sempre sonharam. O amor não é assim. O amor gosta mesmo é do imperfeito, do inusitado. A magia do amor é exatamente essa. 
Mas, respondendo a pergunta de muitos, eu não sei exatamente o que me fez amá-lo dessa forma... 
Talvez tenha sido seu sorriso... Aquele sorriso do qual eu tanto falo, vivo repetindo que sempre me encantou, sempre chamou a minha atenção. Aquele sorriso verdadeiro, que brilha de uma forma inexplicável, que faz-me querer sorrir também... É incrível a saudade que sinto daquele sorriso... Vê-lo por fotos não é a mesma coisa, óbvio... Porém, ainda assim, faz-me sorrir...
Talvez tenham sido as piadinhas fora de hora... Aquelas piadas bobas e, muitas vezes, sem graça, que mesmo assim, estampavam risos sinceros no rosto de todos... Sabe quando uma pessoa é tão feliz, que faz as outras ao redor ficarem também? Pois é! É exatamente isso.
Talvez tenha sido o jeito de moleque despreocupado... Como quando perguntei qual era o curso que ele fazia, e ele não sabia me dizer e, novamente, esboçou um delicioso sorriso.
Talvez tenham sido os defeitos... Como quando eu tentava falar sério, e ele não conseguia. Ou quando ele ficava cantarolando aquelas musiquinhas irritantes dos comerciais da televisão. 
Talvez tenha sido uma mistura disso tudo e um pouco mais, o que o transforma em uma pessoa realmente maravilhosa. Chamem de clichê, ou do que quiserem, mas, talvez, a razão pela qual eu tenha me apaixonado é por ele ser somente ele.