Páginas

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Find An Escape

Ela se senta na varanda, olha as estrelas e pede, pra quem quer que possa ouvi-lá, o porquê de mudanças como as que ela estava enfrentando. Por que as pessoas que amamos se vão? Ou, por que elas mudam drasticamente e se tornam quem juraram nunca ser?
Ali mesmo, no chão, ela se deita, aprecia o brilho intenso da lua, e pensa em como seria poder ir embora dali.
Porque, naquele momento, tudo o que ela queria, era poder esquecer os fins vagos que teve em sua vida. Esquecer mágoas, tristezas e feridas que a vida lhe deu, e poder sumir dali. Ir embora. O mais longe que pudesse. Conhecer novas pessoas. Novos lugares. Respirar novos ares. Era isso que ela queria. Respirar novos ares! Apenas encontrar uma saída daquela cidade que tem sido tão má com ela.

13 comentários:

  1. Olá!
    Prazer imenso em seguir uma pessoa tão sensível e talentosa.
    Realmente, em alguns momentos da vida, dá vontade de ir para outro lugar para olhar tudo por outro ângulo.
    Quando não é possível, há as asas da poesia que nos leva a lugares inimagináveis.
    Lindo o seu post!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Que lindo esse texto *-* me identifiquei profundamente com ele, pois é tudo o que sinto nesse momento, apenas queria poder ir embora "encontrar uma saída daquela cidade que tem sido tão má com ela."
    gosteei do seu blog *-* parabéns por ele (y)

    ResponderExcluir
  3. Lindo Blog *.*

    Me identifiquei bastante ^^

    http://iwhenitrains.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Todos mudamos durante nossas vidas, mas o que mais machuca mesmo é a mudança naqueles que nós amamos. Aquela mudança que, talvez fosse desnecessária, transformando a pessoa num alguém praticamente irreconhecível, mas é uma das leis da vida.
    Lindo texto, gostei bastante!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Me indentifiquei muuuito com seus textos. *-*
    Adorei o teu blog! e, obrigada por visitar o meu espaço. ;)

    :*

    ResponderExcluir
  6. Parabéns , queria Ritchy! (:
    Sempre gosto dos teus textos , é raro eu não gostar de um texto seu.
    Grande beijo,
    Mateus Augusto! (=

    ResponderExcluir
  7. Seu blog é lindo e sua escrita muito delicada e tocante,adorei...! Passarei aqui mais vezes hehe Bjus

    ResponderExcluir
  8. Muito lindo o texto como sempre !

    Obg pelo comentarios flor .beiijos

    Amo aqui <3

    ResponderExcluir
  9. amei, o texto me indentifiquei ;;'.
    obrigada pela visitinha :]' estou seguindo vc, me de volta?! http://amandabaracho.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá e ai tudo bem?
    Belo texto. Adorei *-*

    Grato pela sua visita :D

    Beijos eum bom fim de semana

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Obrigada por comentar em meu blog. Também gostei bastante do seu e de seus escritos, são realistas e profundos.

    Ah, pois é, gosto do Placebo. Porém tenho preferência pela época do início da banda, um estilo mais "punk-alternativo", digamos.

    Até mais ver!

    Beijo,
    Évelyn

    ResponderExcluir
  12. Algumas vezes as pessoas nos sufocam e precisamos mudar né? De cidade, de amigos, de cabelo...
    Faz parte da vida.

    ResponderExcluir
  13. Oie Parabéns pelo Blog já to seguindo, aceita parceria? Beijos http://almostanlife.blogspot.com/

    ResponderExcluir