Páginas

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Mentindo a si mesma...

- Você ainda gosta dele?
- Eu o amo como nunca amei alguém antes. Eu o amo e nunca deixei de amá-lo. É o nome dele que me vem a cabeça quando fala-se em amor. É o rosto dele que habita meus pensamentos. É o abraço e os beijos dele que eu desejo receber todos os dias. É o sorriso dele que me faz sorrir também. Ele é último e o primeiro pensamento do meu dia, sem contar as vááárias vezes que penso nele, durante o resto do dia. São as mãos dele que eu imagino acariciando meu rosto e brincando com meu cabelo, nos momentos mais banais. Eu simplesmente o quero a todo o momento, junto a mim.  Não. Não gosto. Não mais.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

As pessoas...

...dizem que paus e pedras podem quebrar seus ossos e que as palavras não poderão te machucar, mas isso não é verdade. As palavras podem te ferir. Isso aconteceu comigo. Coisas que me disseram e até hoje não fui capaz de conseguir esquecer.


(Demi Lovato)

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Find An Escape

Ela se senta na varanda, olha as estrelas e pede, pra quem quer que possa ouvi-lá, o porquê de mudanças como as que ela estava enfrentando. Por que as pessoas que amamos se vão? Ou, por que elas mudam drasticamente e se tornam quem juraram nunca ser?
Ali mesmo, no chão, ela se deita, aprecia o brilho intenso da lua, e pensa em como seria poder ir embora dali.
Porque, naquele momento, tudo o que ela queria, era poder esquecer os fins vagos que teve em sua vida. Esquecer mágoas, tristezas e feridas que a vida lhe deu, e poder sumir dali. Ir embora. O mais longe que pudesse. Conhecer novas pessoas. Novos lugares. Respirar novos ares. Era isso que ela queria. Respirar novos ares! Apenas encontrar uma saída daquela cidade que tem sido tão má com ela.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Perguntas De Uma Só Resposta

Qual o preço a ser pago para um amor verdadeiro?
E, principalmente, o preço para um amor correspondido.
Porque amar alguém é fácil.
O problema é amar alguém e ser verdadeiramente correspondido.
O quando temos que sofrer?
Quantas lágrimas temos que chorar para consegui-lo?
Quantas pessoas ainda serão magoadas para que isso aconteça?
Quantos corações serão partidos, quantas mentiras ainda serão ditas, quantas falsas ilusões serão criadas?
Ultimamente, tenho reparado a quantidade de perguntas que tenho sobre isso.
É, tenho uma grande quantidade de perguntas não respondidas e, com certeza, perguntas que ainda nem "descobri" dentro de mim.
E, com um pequeno acontecimento, há alguns dias, decidi deixar essas perguntas pra trás. Ao menos por um tempo.
Deixá-las serem respondidas pelos acontecimentos da vida.
É, que cheguem as respostas, quando for a hora de chegar.
Porque não correr atrás das respostas é ruim.
Mas correr atrás e ser cada vez mais magoada pela frustração de nunca conseguir as respostas, é pior.

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Coração x Razão

"Às vezes eu sou mais coração do que razão. Mas, mesmo quando a razão manda, é o coração que marca o ritmo."


(Kamau)

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Perguntas... Mais perguntas...

Você consegue ver por entre minhas lágrimas?
Consegue ver que tudo o que eu sinto é realmente de verdade?
Então, eu devo lutar ou deixar morrer?
Eu não quero ficar, pra não sentir essa dor novamente
Mas eu não posso ir, e sentir a dor de estar longe de você.

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011